A hipno-anestesia auxiliando a clínica médica

O uso anestésico da hipnose já é conhecido, historicamente, desde as mais remotas épocas do desenvolvimento das práticas cirúrgicas, quando ainda não eram conhecidas as drogas anestésicas.

Hoje, a medicina moderna vem utilizando a hipnoanestesia sempre que precisa realizar procedimentos cirúrgicos em pacientes com impedimentos para o uso de anestésicos Convencionais, por intolerância às drogas ou em casos de pacientes portadores de diabetes, idosos, ou outras causas limitantes. A utilização da hipnose também pode beneficiar alguns pacientes nas ANESTESIAS locais e bloqueios regionais.

Encontra-se, também, largo uso deste processo, na dermatologia, para aplicações subcutâneas, de substâncias, ou pequenos procedimentos, em tratamentos estéticos; na psoríase, verrugas infantis, ictiose e hiper-hidrose. Também, na clínica cirúrgica restauradora o uso da hipno-anestesia já se faz de forma intensiva.

Torna-se importante ressaltar que o uso desta técnica vem se tornando cada vez mais frequente, em função dos efeitos benéficos da hipnose, que vão muito além do simples alívio da dor. A hipnoanestesia tem efeito sobre o processo de cicatrização rápido, diminui o sangramento durante o processo cirúrgico, atua sobre o sistema imunológico diminuindo o risco de infecções, alivia o efeito traumático diminuindo a formação de hematomas e edemas, além de possuir larga ação pós-cirúrgica aliviando as dores nas primeiras horas após o procedimento.

Na obstetrícia, o uso da hipnose se faz no período pré parto, com indicação e acompanhamento do obstetra, preparando a paciente para enfrentar com bem estar físico e mental o restante da gravidez de forma confiante, tranquila, com grande satisfação. O parto PODERÁ DECORRER completamente sem dor, com contrações efetivas e fortes que promoverão o nascimento do bebê em boas condições, chorando forte, ativo e sem problemas. PODE-SE INDUZIR sugestões para a ocorrência da respiração correta, entre as contrações, ajudando a oxigenar o bebê e induzindo também a facilidade com que A GESTANTE fará força para baixo, NO PERÍODO EXPULSIVO. Na indicação de parto cesárea, a sugestão possibilitará a diminuição do sangramento, cicatrização rápida do corte cirúrgico e ausência de intercorrências.

O procedimento preparatório do paciente para a intervenção realizar-se-á durante duas ou três sessões de hipnoterapia, quando serão feitos a orientação, os testes de SUGESTIONABILIDADE, indução do transe, aplicação da anestesia em luva, ou por outro processo, DEPENDENDO do caso, e indução do sinal hipnógeno, ou signo-sinal, o que facilitará a indução hipnótica no momento da intervenção.

Pode-se também utilizar a hipno anestesia para aliviar a dor durante curativos em feridas infectadas e doloridas, como úlceras varicosas e queimaduras, oferecendo maior conforto, segurança e tranquilidade aos pacientes assim como, melhores condições de trabalho e economia de tempo do profissional médico.

COMPARTILHE ESSE ARTIGO

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email